65857755
Grupo HOBANNER 001

Rondoniense perde "investidor" e já trabalha com plano alternativo para 2019

Tudo em razão de mais uma "parceria" sem resultado continuo. No inicio desse ano foi apresentado um empresário de São Paulo, como investidor do clube

Por J.Lima em 10/09/2018 às 01:36:16

Há exatos 15 dias para o prazo final de confirmação das equipes que tem interesse na disputa do Campeonato Rondoniense da Serie - A/2019, o Rondoniense Social Clube, vive um momento de incertezas e planos alternativos para temporada do próximo ano.

Tudo em razão de mais uma "parceria" sem resultado continuo. No inicio desse ano a diretoria do RSC apresentou o empresário Gilmar Lucas, do Estado de São Paulo, como investidor do clube e diretor, cargo que exerceria de São Paulo, dito pelo próprio empresário em entrevista na rádio CBN no programa esportivo na época.

Após o termino do estadual, o técnico Luiz dos Reis que é empresariado pelo "investidor" foi anunciado como Coordenador Geral das Bases do Rondoniense para executar o projeto aprovado no Ministério dos Esportes e que o clube já captou cerca de 320.000,00, números afirmados pelo Gerente de Futebol, Alisson Albino no Programa Raio X Esportivo na Web Rádio Capital FM PVH, no ultimo sábado, porém valores ainda sem a liberação.

Sem uma definição o ex-técnico e coordenador das bases Luiz dos Reis, deixou o Rondoniense no mês de julho, acertando a sua contratação com a Itapirense, time da segunda divisão do futebol paulista.

SEM INVESTIDOR SURGE PLANO ALTERNATIVO

Durante entrevista na web rádio Capital FM/PVH, sábado (8), o Gerente de Futebol do clube, Alisson Albino deixou claro que a diretoria já trabalha com plano alternativo, relatando o trabalho nas bases e a possibilidade de montar um elenco para disputa do estadual 2019, com atletas do Juniores/Sub-20, atletas locais e a possibilidade de alguns de fora do estado, isso se não aparecer um novo "investidor". "Para o profissional ainda tem muita coisa indefinida, muitas conversas, sondagens com investidores, mas uma coisa é certeza, eu e o presidente Tadeu já definimos que vai ter uns 10 a 15 jogadores da base sendo aproveitados no profissional", ressaltou Alisson

Alisson também pontuou a questão de abrir mão de disputa por titulo para trabalhar a garotada. "Se o ano que vem tiver investidor mesmo assim essa garotada vai ser inserida, e se tiver que abrir mão de disputar um titulo, vamos abrir mão, para trabalhar essa molecada, um trabalho a longo prazo, e a ideia mesmo é o treinador que venha a tocar o Sub-20 seja o mesmo a treinar o profissional", destacou.

O Rondoniense, fez historia em 2016, quando disputou seu primeiro estadual, sagrando-se campeão invicto, com um grupo de investidores da capital que durou apenas na temporada e em 2017 chegou as semifinais da Copa Verde.
banner aabb
Copa Porto Velho