Grupo HOBANNER 001

Justiça mantém prisão preventiva de jogadores russos por agressão

Por J.Lima em 20/10/2018 às 23:39:17

Fornecido por Areté Editorial S/A Atacante do time de São Petersburgo está preso por agressão (Foto: Site Oficial do Zenit)

Nesta sexta-feira, a Justiça russa negou os recursos e optou pela manutenção da prisão preventiva de dois jogadores russos acusados de agressão e agressão: Aleksandr Kokorin, atacante do Zenit, e o meia Mamaev, do Krasnodar.

Eles foram presos no último dia 8 de outubro e devem permanecer assim por dois meses. Eles, que já tiveram passagem pela seleção russa, foram detidos sob a acusação de agredirem dois funcionários do Ministério do Comércio e Indústria, além de um motorista. A tendência é que as vítimas não retirem a queixa. Se forem condenados, os atletas podem pegar até sete anos de reclusão.

Enquanto não chega as data do julgamento, a defesa dos atletas pede que a justiça os deixem em prisão domiciliar ou livres sob pagamento de fiança, mas o judiciário está irredutível.

Fonte: Lance

banner aabb
campeonato empresarial