65857755
Grupo HOBANNER 001

Presidente do Santos cita dificuldades para fechar com Derlis González

Titular da seleção paraguaia, ele costuma atuar como ponta, mas prefere a função do

Por Leonel Sousa em 23/07/2018 às 18:05:31

Santos ainda não confirma Derlis González (Reprodução)

Derlis González está em Santos desde a manhã de sábado e, após várias reuniões, o negócio ainda não está fechado. O presidente José Carlos Peres cita dificuldades para concluir a transação pela troca com Vitor Bueno por empréstimo.

"Derlis estamos em tratativas ainda, algumas dificuldades para fechar. Até ontem estava bem adiantado, hoje mais dificultoso. Surgem coisas, jogador de fora abrem dificuldades pelo salário de Europa, premiação, bônus, uma série de coisas que não estão na nossa cultura. Não vamos cometer loucura, estamos alinhados na média do elenco. Pode ser solucionado nas próximas horas", disse Peres, em entrevista coletiva na tarde desta segunda-feira, no CT Rei Pelé.

A troca deve ser feita por um ano e meio, com valor de compra fixado em contrato. Entre Santos e Dínamo, está tudo certo. Resta finalizar as minutas com os atletas. Cada clube pagará integralmente os salários, que são semelhantes, de pouco mais de R$ 200 mil. Bueno já está na Ucrânia.

Derlis González tem 24 anos, 1,72m de altura e é polivalente. No Dínamo, jogou aberto pela esquerda. Na seleção do Paraguai, o atacante é utilizado pela direita, onde a concorrência no Santos é menor. Rodrygo e Bruno Henrique preferem o lado esquerdo do campo.

Titular da seleção paraguaia, ele costuma atuar como ponta, mas prefere a função do "segundo atacante", atrás do centroavante, no esquema 4-4-2 ou 4-1-3-2, esquemas incomuns no futebol brasileiro.

"Eu posso jogar como media punta (um ponta no esquema 4-2-3-1, usual no futebol brasileiro) ou pelo centro (como armador), mas me sinto melhor como segundo punta (o segundo atacante, num 4-4-2)", explicou, à Gazeta Esportiva.

Revelado pelo Rubio Ñu e com passagens pelo Benfica B, Guarani, Olimpia e Basel, o atacante tem contrato até junho de 2020. Na última temporada, atuou 33 vezes e fez três gols.

Revelação do Campeonato Brasileiro em 2016, Vitor Bueno caiu de rendimento após passar por cirurgia no joelho direito na temporada passada e só disputou 19 jogos neste ano, sem marcar gols. Seu contrato vai até 2020.

Correspondente Lucas Musetti Perazolli - Santos , SP

Fonte: Gazeta Esportiva

banner aabb
Copa Porto Velho